onde-ficar-em-buenos-aires-1-2.jpg

Argentina

4 Dias

Buenos Aires Econômico

Roteiro sugerido nos quais todos os detalhes podem ser adaptados de acordo com os interesses e expectativas de cada viajante.

Pacote de 4 dias com 3 noites de hospedagem em Buenos Aires.

sob consulta

To play, press and hold the enter key. To stop, release the enter key.

Resumo

Roteiro sugerido nos quais todos os detalhes podem ser adaptados de acordo com os interesses e expectativas de cada viajante.

Pacote de 4 dias com 3 noites de hospedagem em Buenos Aires.

O pacote inclui:

• Traslados privativos aeroporto / hotel / aeroporto;

• 03 noites de hospedagem com café da manhã em Buenos Aires;

• Tour panorâmico de meio dia em Buenos Aires;

O pacote não inclui:

• Passagens aéreas internacionais desde o Brasil e taxas aeroportuárias.

Roteiro

1º dia
Chegada em Buenos Aires, traslado até o hotel e hospedagem.

2º dia
Café da manhã. Passeio panorâmico percorrendo o Obelisco, Praças de Mayo, San Martin e Alvear; Avenidas Corrientes, De Mayo, 9 de Julio, entre outras; bairros com história como La Boca, San Telmo, suntuosos como Palermo e Recoleta; e modernos como Puerto Madero; os Parques Lezama, Tres de Febrero (conhecido como Bosques de Palermo), a Reserva Ecológica de Costanera Sur e as regiões comerciais e financeiras da cidade. Hospedagem.            

3º dia
Café da manhã e hospedagem no hotel. Dia livre.

4ºdia
Café da manhã e hospedagem no hotel. Traslado do hotel ao aeroporto

Dicas

 

Como toda cidade turística, Buenos Aires tem aqueles pontos que são obrigação no roteiro de quem visita a cidade pela primeira vez.

É o caso da Praça de Maio e seus arredores, onde estão a Casa Rosada, a Catedral Metropolitana e o Cabildo.

Mas são também imperdíveis o Obelisco, a Avenida 9 de Julio, a Avenida de Mayo, o Café Tortoni, o Congreso de La Nación, o Caminito, La Bombonera (estádio do Boca Juniors), o monumento a Mafalda, a Feira de San Telmo, a Puente de la Mujer (Ponte da Mulher), a Flor Metálica, a Livraria O Ateneo e o Cemitério da Recoleta.

 

Se você tem pouco tempo, uma dica é contratar um City Tour.

 

-As visitas guiadas são ótimas opções para quem tem um pouquinho mais de tempo na cidade.

Diversos lugares oferecem esse serviço, como a Casa Rosada, o Museu do Bicentenário (anexo à Casa Rosada), a Catedral Metropolitana, o Cabildo, o Congresso Nacional Argentino (Câmara dos Deputados e Senado), o Teatro Colón, o Palácio Barolo, o Cemitério da Recoleta, a Manzana de las Luces, o Centro Cultural Usina del Arte e o Circuito Papal.

-O que fazer em Buenos Aires:

Atividades culturais;

Livraria El Ateneo

Buenos Aires é incansável quanto a atividades culturais. Museus, teatros, livrarias, centros culturais, casas de espetáculo, enfim, há uma infinidade de locais e programações pra você escolher.

 

-Malba, ao Museu Nacional de Belas Artes, ao Centro Cultural Kirchner, à Fundação Proa, ao Museu Proibido Não Tocar (ideal para a criançada) ou ao Museu Argentino de Ciências Naturais (idem). Quem é fã, pode ir ao Museu dos Beatles, no Paseo La Plata!

 

-Espetáculo de teatro, dança ou música O que não faltam são opções na Avenida Corrientes, que você vê aqui. Fora desse circuito, há muitos outros locais com espetáculos super interessantes, como o Ciudad Cultural Konex, o Club Cultural Matienzo, o Teatro Timbre 4 e o El Camarín de las Musas. Se você der a sorte de estar na cidade quando o Fuerza Bruta estiver em cartaz, não perca!
 

Os principais museus em Buenos Aires;

Todos os museus a seguir contam um pouco da história da Argentina e de seus ídolos de seu passado.

 

MALBA- O Museu de Arte Latino Americana também conta com várias exposições temporárias, cursos de arte, um restaurante, um café, um cinema e tours guiados em alguns dias da semana. Ele está localizado no bairro Palermo e abre de quarta a segunda-feira do meio-dia até às 20:00.

 

Museu Nacional de Belas Artes - guarda a maior coleção pública de arte da América Latina, pois conta com mais de 12 mil obras. Os principais destaques são os grandes acervos de obras da Europa do século 19 e a os trabalhos dos artistas argentinos. Fundado em 1895, o Museu Nacional de Belas Artes separa seus 24 salões por período histórico, indo desde a arte antiga até as obras atuais. As pessoas mais famosas que estão expostas ali são Rodin, El Greco, Manet, Van Gogh, Sebastião Salgado, Goya, Picasso, Kandinsky e Pollock, por exemplo.. O local, que está na Recoleta, fica aberto de terça a sexta das 11:00 às 20:00.

 

 

Museu Nacional de Artes Decorativas em Buenos Aires - Se você gosta de design de interiores, então não pode deixar de visitar o Museu Nacional de Artes Decorativas. Mas esse museu vale ser visitado de qualquer forma, pois ele fica em uma bela casa de estilo neoclássico francês de 1911 que pertenceu à família Errázuiz Alvear, uma das mais ricas da Argentina. Desde 1937 o local abriga mais de 4 mil objetos que vão desde esculturas romanas até pratarias contemporâneas.

 

Museu Histórico Nacional em Buenos Aires - Localizado no bairro de San Telmo, o Museu Histórico Nacional, como o nome já diz, conta a história da Argentina. A partir de objetos da Revolução de Mayo os visitantes são levados em uma viagem sobre as lutas do país e seus costumes até a Guerra da Independência. Uma das figuras de destaque do museu é o General San Martín, que é considerado o libertador da Argentina. Além disso, no local também é contada um pouco da história dos povos que habitavam a região antes da chegada dos espanhóis.

 

Museu Evita em Buenos Aires - Eva Perón, atriz e heroína argentina, então você deve passar pelo Museu Evita. O museu fica no Bairro Palermo, bem próximo ao Malba, e abriga diversos objetos que pertenceram à Evita, como roupas, móveis, cartas, posteres dos filmes em que participou, entre outros. Nos dois andares existem objetos, escrituras e vídeos que contam a história de sua vida durante a infância, a carreira artística, a trajetória como primeira dama e a trágica história de sua morte e enterro. Além disso, era nesse local onde foi feito o museu em que Eva Perón trabalhava ajudando pessoas mais pobres.

Onde ficar, se hospedar e passear em Buenos Aires?

 

Bom, de fato é um dilema, pois a cidade tem opções de hospedagem espalhadas por vários bairros interessantes, com características bem particulares, então, você tem que avaliar bem qual é o seu perfil para escolher o bairro onde é melhor se hospedar em Buenos Aires: Palermo, Recoleta, Centro, San Telmo, Puerto Madero…?

 

Quais são os melhores bairros de Buenos Aires?

✓ Palermo

✓ Recoleta

✓ San Telmo

✓ Puerto Madero

✓ Centro de Buenos Aires:

O Centro de Buenos Aires já foi uma região elegante há 30, 40 anos atrás, muito charmosa com as melhores lojas, um comércio sofisticado e a maioria dos bancos se concentravam na região central

de Buenos Aires, assim como alguns ministérios do governo tinham lá seus escritórios centrais.

 

A maioria dos hoteis 3 estrelas ainda se encontram no centro da cidade, e os mais sofisticados foram para os novos bairros.

Mas, o centro da cidade não é totalmente decadente. Tem havido um forte esforço da cidade em restaurar ruas e avenidas dando um charme nesse local.

 

A cidade é bem grande, mas, de um modo geral, para os turistas, por uma questão de proximidade dos principais pontos turísticos de Buenos Aires, comércio e transporte, entre outras facilidades, recomendo que você escolha entre os já citados: Palermo, Recoleta, San Telmo, Puerto Madero e, com algumas ressalvas, o Centro. A escolha vai depender do seu perfil e orçamento, obviamente.

Por exemplo, para quem quer curtir a noite, Palermo seria uma boa; já para quem quer ficar num lugar com muito transporte, o Centro seria s sua escolha, em especial para quem está visitando Buenos Aires pela primeira vez; e aos que curtem visitas culturais e ruas charmosas, Recoleta é o bairro. Mas vamos ver cada caso.

Onde ficar em Buenos Aires: Palermo

Palermo é o maior bairro de Buenos Aires e, por causa disso, acaba tendo algumas subdivisões, como: Palermo Soho, Palermo Hollywood, Palermo Viejo e Palermo Chico.

É um bairro tradicionalmente boêmio e lotado de restaurantes descolados, é até difícil escolher em qual ir. Também tem uma pegada bem cool, cheio de lojas de design, grifes bacanas, vários bares badalados e hospedagens estilosas.

Palermo é um bairro residencial, apesar de bem movimentado de comércio e night. Lá você vai encontrar várias atrações de Buenos Aires, como o lindo Rosedal, o Jardim Japonês, o Jardim Botânico, o Planetário e vários lagos.

 

É um bairro bem servido de transportes. Por lá passa a linha D do metrô de Buenos Aires, com várias estações e, para quem vai pela primeira vez em especial, uma boa referência é ficar perto da Avenida Santa Fé, que corta o bairro e é onde fica o metrô.

Já para quer quer ficar na parte mais descolada de Palermo, procure algo próximo a Plaza Serrano, que é mais distante do metrô, mas cercado de badalação.

 
 
 

Solicite um contato

Como prefere ser contatado?

Obrigado! Em breve entraremos em contato!

Conheça outros destinos do mundo

destinos por estilo de viagem

Vai viajar a dois? Quer uma super aventura? Vai com os filhos? A Antaris Travel tem super dicas de diversos destinos para você! Oferecemos mais de 300 destinos no Brasil e no mundo!

Brasil

Mundo

Cruzeiros

Lua de Mel

Religioso

enoturismo